atrativos

Um passeio pelo São João de Campina Grande

Disputando o título do maior "São João do Mundo" com Caruaru, o município paraibano deve receber cerca de dois milhões de pessoas durante a época junina

por
Campina Grande é um dos destinos mais procurados no período junino
Taciana Carvalho/LeiaJáImagens | Campina Grande é um dos destinos mais procurados no período junino

Após quase três horas de viagem saindo da capital pernambucana, alguns prédios imponentes e outros em construção, além de uma grande quantidade de carros e ônibus de passeio circulando mostrava que a equipe do LeiaJá tinha chegado em um dos locais mais procurados no Brasil durante a época junina: Campina Grande, município da Paraíba.

Campina Grande compete com Caruaru, cidade localizada no agreste pernambucano, o título de quem realiza o "maior São João do mundo". Logo na entrada, um monumento avisa sobre o crescimento da cidade: "Riqueza da terra que tanto se expande, que hoje se chama de Campina Grande", destaca o texto do poeta, político e advogado Raymundo Asfora. 

Ainda na entrada do município paraibano, uma gigante fogueira já antecipa um pouco do que pode ser esperado. O São João de Campina Grande começou no dia 8 de junho e segue até o dia 8 de julho, no Parque do Povo, com uma grade de artistas que não deixa nada a desejar. Já passaram pelo palco principal artistas como Luan Santana, Léo Santana, Elba Ramalho e Solange Almeida. 

Neste sábado (23), os matutos que se programaram para brincar na cidade vão assistir à noite shows do cantor Fagner, Capilé, Alexandre Tan, entre outros. Já no domingo (24), é esperado apresentações como de Novinho da Paraíba e Andreza Formiga. 

Alguns preferem aguardar o início das apresentações descansando, mas muitos turistas de toda a cidade aproveitam a tarde para conhecer os pontos turísticos da cidade. Entre eles, o Salão de Artesanato da Paraíba, na Avenida Brasília, que reúne cerca de 400 artesãos do Estado para um espetáculo de cultura. Com entrada gratuita, ali se encontra artes das mais diversas feitas com madeira, fibra, renda, cerâmica e até brinquedo popular e arte indígena. Como diz o texto explicativo na entrada: "Um verdadeiro templo do saber e do desenvolvimento do artesanato". 

De acordo com o Governo da Paraíba, muitos dos artesãos conseguiram mostrar todo o seu potencial artístico com o incentivo do Programa de Artesanato da Paraíba, que ensina diversas tipologias de ensino que vai do crochê, bordado renascença, macramê e renda labirinto como exemplo. 

Na tarde fria, porém agradável deste sábado sem chuva muitos aproveitam para experimentar a culinária regional. Muitos estabelecimentos como o famoso Bar do Cuscuz montaram estruturas com grupos que animam os clientes com o tradicional forró pé de serra. 

O próximo final de semana deve ser o ponto alto da festa. Na sexta (29), Dia de São Pedro, Campina  recebe Wesley Safadao. O período junino encerra somente no dia 8 de julho com o cantor Bell Marques.

Por Taciana Carvalho

Comentários