Tradição

Sítio Histórico de Olinda recebe Acorda Povo de Mestra Ana Lúcia do Coco

Promovido pela Casa das Matas do Reis Malunguinho, a festa resgata tradição secular de origem negra e indígena

por Paula Brasileiro

As ladeiras históricas de Olinda serão palco, pela primeira vez, de uma tradição secular do período junino. O Acorda Povo, preservado pela Mestra Ana Lúcia do Coco, será realizado pela Casa das Matas do Reis Malunguinho, no dia 23 de junho. O cortejo sairá do Palácio de Iemanjá, no Alto da Sé, às 22h.

O cortejo percorrerá as ruas do Sítio Histórico de Olinda, com o andor e a bandeira de São João, ao som de cânticos ancestrais de louvor a São João e ao orixá Xangô, como prega a tradição. A chegada na Casa das Matas do Reis Malunguinho, prevista para às 23h, contará com a presença de mestres e mestras que promoverão uma verdadeira sambada de coco.

O Acorda Povo é uma tradição junina que mistura o sagrado com o profano, em uma procissão 'dançante' em louvor a São João e a Xangô. A realização desta expressão popular, pela primeira vez pelas ladeiras olindenses tem o objetivo de preservar e manter a continuidade destas tradições de origem negra e indígena. 

Programação

20 h - Forró pé de serra em frente à Casa das Matas

22h - Saída do cortejo do Palácio de Iemanjá (Alto da Sé)

23h - Chegada do cortejo na Casa das Matas e sambada de coco com mestres e mestras

Serviço

Acorda Povo 

23 de junho | 22h

Casa das Matas do Reis Malunguinho (Rua de São João, 340 - Largo do Amparo)

Gratuito

Comentários